Entries Comments



Category: Estratégias de negócio

Quanto vale um visitante do teu site?

23 January, 2008 (01:40) | Estratégias de negócio | By: João José

Quando se fala em métricas de ganhos é normalmente associado ao Adsense por duas razões, primeiro porque quase todos os webmasters têm no Adsense a sua principal fonte de rendimento e segundo porque é o Adsense que fornece dados mais detalhados que vão para além dos ganhos totais.

Mas há uma coisa que realmente é muito importante e raramente se fala, o valor de cada visitante. A conta é simples: ganhos totais/número de visitantes únicos. Ora esta é uma métrica importantíssima para aferir a competividade de um site. Senão vejamos, imaginem que têm um concorrente a anunciar constantemente no Adwords a cerca de 5c/click e fazendo as contas vocês só conseguem retirar uma mais valia de 2c /visitante….temos um problema não é? Das duas uma (ou talvez as duas), ou o vosso concorrente está a ganhar pelo menos 5c por visita ou está a arcar com algum prejuízo para garantir exposição. Bem de qualquer forma se a diferença for muito significativa neste caso (5-2)/2*100=150% provavelmente quer dizer que o vosso concorrente está a rentabilizar muito melhor o site do que vocês.

Num dos meus sites consegui recentemente duplicar os ganhos por visita experimentando constantemente alternativas ao adsense. Passei de 1,5c para 3c por visita. E vocês quanto conseguem de cada visita?

It’s up to you

13 October, 2007 (14:45) | Estratégias de negócio, Web 3.0, Web Marketing | By: João José

Já com 1.2 milhões de downloads e a subverter completamente o paradigma da indústria…uma das (a?) melhor banda do mundo – Radiohead.

Eu sou daqueles que perante isto sou incapaz de não pagar…

Aos artistas o que é dos artistas.

Grandes tempos se avizinham….

O utilizador não é estúpido…

17 August, 2007 (12:12) | Estratégias de negócio, Usabilidade, Web Marketing | By: João José

…mas precisa de ser educado.

É corrente o uso da expressão stupid user muitas vezes para justificar falhas graves em termos de usabilidade de um site:

  • Mensagens de erro enigmáticas que só o programador da aplicação entende.
  • Sites que fazem o browser dar o tilt com tantos plugins estranhos para instalar.
  • Pop-ups irritantes que são automaticamente bloqueados pelo browser e que o utilizador nunca chega a ver

E a lista continuaria.

O utlizador não é estúpido o designer é que é. Mas o designer tem também a obrigação de educar o público. Existem várias expressões e terminologias que nós como webmasters temos a obrigação de ensinar ao utilizador.

Link, Clique, Caixa de Pesquisa, Formulário, Feed, Bookmarks, Tags etc, são tudo conceitos que somos obrigados a usar para que a utilização de um site e o suporte ao utilizador sejam cada vez mais fáceis. Esta questão toma ainda uma dimensão maior na introdução de novos conceitos e tecnologias como os feeds por exemplo. É assim em todas as indústrias vejam por exemplo que todos discutem que o novo carro xpto tem esp, abs, etc. São conceitos cuja introdução às massas é forçada pela indústria e que facilita a comunicação entre as partes e faz também crescer o buzz em volta de algo novo.

Não podemos ter medo de ser incompreendidos.

O utilizador não é estúpido mas precisa de ser educado.

Tens um fórum?

29 June, 2007 (21:05) | Estratégias de negócio, Web Marketing | By: João José

Queres vender?

Manda-me um email para joaorjose at gmail ponto com